• Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

+381 60 417-8876

© 2020 por Bem-vindo à Sérvia.

Sérvia é segura para o viajante? 4 pontos provam que sim


Na foto, a Igreja de São Marcos, localizado em um dos pontos mais seguros de Belgrado. Imagem: Ligia Gauri

Na hora de planejar uma viagem, é normal levar em consideração a segurança do destino, mas como saber se a Sérvia é segura ou não? De fato, alguns aspectos mostram que o país apresenta poucos riscos para os turistas.

Os principais pontos turísticos são monitorados e existem centros de atendimento específicos para os visitantes. Embora o país tenha passado por guerras e conflitos no passado, hoje a realidade é bastante diferente.


A seguir, entenda os motivos pelos quais viajar para a Sérvia é seguro.


1. É considerado um lugar seguro


A Sérvia é segura, e os viajantes podem aproveitar o país com tranquilidade. Caminhar nas margens dos rios Sava e Danúbio, passear pelas cidades históricas ou até mesmo sair à noite para curtir um bom restaurante ou uma balada em Belgrado será bastante prazeroso.


De acordo com o Global Peace Index 2018, a Sérvia tem um índice elevado com relação ao que a pesquisa define como estado de paz e, por esse motivo, é considerada um dos 55 países mais pacíficos do mundo.


2. Tem pontos turísticos monitorados


Outro aspecto importante é que os pontos turísticos e de maior concentração de pessoas na Sérvia são bem monitorados. Existem várias câmeras espalhadas nesses lugares e os policiais também estão presentes.


Por conta disso, é comum o visitante sentir uma grande sensação de segurança. Entretanto, lembre-se sempre de cuidar bem dos seus pertences pessoais, especialmente bolsa, carteira, celular e passaporte, para evitar problemas.


3. Baixo risco de assalto e furtos


Existe um site chamado SafeAround que mede o risco de um país. Ele também traz alguns indicadores que mostram o quanto a Sérvia é segura para o turista, como a baixa possibilidade de assaltos e furtos.


Aliás, a Sérvia também apresenta um risco muito pequeno com relação à ocorrência de ataques terroristas, diferente de países como Inglaterra, França e Bélgica. O site ainda destaca que o país é seguro para mulheres que viajam sozinhas.


4. Oferece centros de atendimentos aos turistas


Algo que também proporciona mais segurança na Sérvia são os centros de atendimento aos turistas. Em Belgrado, por exemplo, existem 3 principais e inclusive um deles fica no próprio aeroporto Nikola Tesla.


Esses lugares orientam e informam os visitantes com relação ao funcionamento do sistema de transporte, hospedagem, guias e principais eventos na cidade. O contato pode ser feito presencialmente, por telefone e até e-mail, basta conferir neste site.


Como e onde procurar ajuda?


Os dados indicados acima mostram que a Sérvia é segura, mas caso aconteça algum problema, o que o viajante brasileiro pode fazer? Embora possa depender de cada situação específica, existem três atitudes importantes.


Em primeiro lugar, vá até a Embaixada do Brasil em Belgrado, pois o órgão recomenda contatá-lo diante qualquer tipo de dificuldade. Aliás, é fundamental ter o número de telefone e o endereço da embaixada em mãos durante toda a viagem. Você poderá anotá-lo no próprio celular ou em uma agenda.


Também é necessário procurar auxílio da polícia local. Na Sérvia, o órgão responsável pelas delegacias é o Ministry of Interior, também conhecido como MUP. Para mais orientações, é possível consultar uma parte do site que está disponível em inglês.


Por fim, para ter uma viagem ainda mais segura, vale muito a pena contar com guias brasileiros que dominem a língua sérvia. Embora em muitos lugares o viajante possa obter informações em inglês, sempre é melhor ser auxiliado por quem fala a sua própria língua.


Agora que você já sabe que a Sérvia é segura, compartilhe esse texto no Facebook e com pessoas que pretendem visitar o país!

225 visualizações