Por que a Sérvia? 5 razões para você visitar o país assim que puder!

Atualizado: Jun 22

Quando se fala em viagem à Europa, é normal que muitas pessoas logo pensem na França, Itália, Reino Unido... Alguns que se dizem mais aventureiros chegam a mencionar a República Tcheca, talvez a Hungria. Nos Bálcãs, a Croácia e a Grécia chamam muito a atenção. Todos esses são mesmo países lindos que valem a visita, mas de um jeito ou de outro, ainda é raro ouvir alguém dizer que vai viajar para a Sérvia.


Se você está planejando sua próxima viagem a Europa e quer saber se vale a pena incluir a Sérvia no roteiro, veja abaixo 5 razões para você visitar o país o quanto antes!


1) É um país autêntico e surpreendente

Eu sempre digo a todos: "A Sérvia foi a maior supresa que tive em toda minha vida".


Por não ser um destino de turismo de massa, a Sérvia preserva sua autenticidade e sua hospitalidade. Os viajantes sentem uma constante sensação de estarem descobrindo algo absolutamente novo e são sempre muito bem tratados por um povo que fica genuinamente feliz ao recebê-los.


Dica: Em sua viagem, não hesite em puxar assunto com os moradores locais, principalmente no interior. É bem possível que vocês se tornem bons amigos e juntos criem memória para a vida toda!


2) Está fora do radar dos turistas comuns, mas não por muito tempo


Para o bom viajante, nada melhor que viajar para um lugar que não esteja abarrotado de turistas, onde você pode explorar até os locais mais badalados com tranquilidade, sem precisar lutar pelo seu espaço sempre que quiser tirar uma foto.


No entanto, o constante crescimento do turismo no país junto ao crescimento da sua notoriedade no cenário internacional indicam que isso talvez não fique assim por muito tempo. O New York Times compara Belgrado a Berlim, o site Travel Lemming nomeou a Sérvia o melhor destino turístico emergente de 2019 e o guia Lonely Planet nomeou a Sérvia um dos 10 destinos de maior valor de 2020. Portanto, assim que puder, corra para a Sérvia antes que fique famosa demais!


Leia mais:



3) É um país moderno, mas cheio de história



A capital Belgrado, com aproximadamente 1,5 milhão de habitantes, é uma cidade moderna e badalada, onde não faltam coisas legais para fazer - desde museus e galerias de arte até bares e boates. Aliás, o site britânico Slotsia elegeu a capital sérvia como a cidade com a melhor vida noturna do mundo em 2019, deixando para trás Londres, Nova Iorque e Ibiza, por exemplo.


Além de Belgrado, ao norte Novi Sad, que é a cidade onde se organiza o festival de música eletrônica Exit, foi eleita a Capital Europeia dos Jovens de 2019 e a Capital Europeia da Cultura de 2021.


Apesar de muitos saberem que Belgrado foi capital da antiga Iugoslávia, pouca gente sabe que o território da Sérvia atual foi importantíssimo já na época do Império Romano, quando a cidade de Sirmium (atual Sremska Mitrovica) era uma das 4 mais importantes cidades romanas. Na atual Sérvia nasceram 18 imperadores romanos, incluindo Constantino I, que nasceu em Naissus (atual Niš). Fascinante, né?


Muitos povos passaram pela Sérvia atual... Além do legado deixado pelos sérvios da Idade Média, principalmente visto nos belíssimos mosteiros medievais, podemos ver no país também a marca deixada pelos austríacos e os turcos otomanos na arquitetura, na língua, na comida e na cultura em geral.



4) É um país pequeno, porém diverso


Segundo o censo de 2002, os sérvios compõem 82,9% da Sérvia, que sempre foi um país com grande diversidade étnica, onde vivem muitos húngaros, bósnios, croatas, albaneses, entre outros, cada um contribuindo de uma forma à diversidade cultural do país.


No entanto, o que mais chama atenção do viajante é a diversidade geográfica. Embora seja pouco menor que o estado de Santa Catarina, a Sérvia tem regiões bastante heterogêneas. Por isso, numa viagem pela Sérvia é comum ter a sensação de passar por vários países completamente diferentes. As possibilidades são inúmeras: num dia exploramos as calmas planícies da Voivodina onde visitamos castelos e vinícolas, noutro exploramos de barco o Danúbio no leste que mais parece um mar e a seguir vamos esquiar nas montanhas nevadas do oeste do país.


5) É um país para todos os bolsos


Quando perguntam se viajar para a Sérvia é barato, sempre respondo que sim, a Sérvia certamente é mais barata que a maioria dos países da Europa ocidental, o que facilita a vida de quem quer viajar sem gastar o olho da cara com cada hotel, refeição ou passeio. Além disso, a hotelaria no país é muito boa e os restaurantes tradicionalmente têm porções bem servidas.


No entanto, é importante ressaltar que a Sérvia também tem opções excelentes para aqueles que não estão tão preocupados assim economizar. De fato, o mercado de luxo está em plena ascensão no país nos últimos anos. Com excelentes hotéis de luxo, restaurantes de fine dining e provedores de serviços especializados, até os viajantes mais exigentes voltarão para casa satisfeitos.



E aí, ficaram inspirados?


Desde 2011 somos especializados em viagens inesquecíveis pela Sérvia e Bálcãs e será um prazer organizar a sua próxima viagem. Peça sua cotação! Não esqueça de se inscrever na nossa newsletter e de seguir o Bem-vindo à Sérvia no Facebook, Instagram e Youtube.




290 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

+381 60 417-8876

© 2020 por Bem-vindo à Sérvia.