SLAVA EM KRALJEVO (PETROVDAN)


Dia 12 de julho é um dia especial na Sérvia: Petrovdan (dia de São Pedro). Esse dia, assim como os dias dos outros santos, é chamado de slava - é quando as famílias se reúnem para comemorar o dia do seu santo padroeiro sempre com muita comida e bebida numa mesa cercada de parentes e bons amigos, no maior estilo sérvio. Esse ano tive a honra de ser convidado pelo meu amigo Petar Slavković para sua slava, que é também seu aniversário. Não hesitei em aceitar o convite e ir com a Jelena para Kraljevo, a cidade natal dele, onde aprendi muitas coisas novas. Agora conto para vocês como foi esse dia incrível, cheio de tradições sérvias!

Jelena e eu saímos de Belgrado na sexta-feira, dia 12, às 19h e chegamos em Kraljevo exatamente três horas mais tarde, às 22h, em tempo para o jantar, que havia começado mais cedo, mas ainda estava rolando. Fomos calorosamente recebidos pelos avós, pais, primos, irmãos e amigos do Petar que lá estavam presentes. Nos dirigimos ao nosso lugar na mesa e logo nos foram oferecidos trigo e vinho, que deveríamos comer e beber como forma de agradecimento a Deus segundo à tradição sérvia. Só depois disso pudemos nos servir.

A comida estava maravilhosa... Havia de tudo o que há de melhor: ćevapi, carne de porco, carne de frango, queijos, presuntos, paprikas, saladas, ovos... Mas uma coisa se destacou: o kajmak! Kajmak é um produto feito de leite (ou de nata) com consistência cremosa que você pode passar no pão e comer. O kajmak de Kraljevo é conhecido como o melhor da Sérvia - não deixe de experimentá-lo!

Durante a refeição, meu amigo Petar (o aniversariante) nos contou sobre o dia do seu nascimento. Por ele ter nascido no dia de São Pedro, a família dele ficou tão alegre, mas tão alegre que festejaram durante dias com todos os amigos e familiares cantando, dançando, comendo, bebendo e quebrando copos de vidro! Foi a maior festa! Por isso ele foi batizado como Petar.

No sábado de manhã, apesar de ainda estar com a barriga cheia do jantar da noite anterior, fomos tomar café-da-manhã. Por incrível que pareça, a mesa estava tão cheia de comida quanto antes, como se ninguém tivesse comido nada! Levando em consideração que o almoço já seria três horas depois, estrategicamente decidi não comer muito para ter uma boa pegada mais tarde. Para quê? Comer um pouco menos é quase uma ofensa por aqui! A mãe do Petar não gostou dessa ideia e insistentemente continuou me oferecendo comida, já a avó dele, independentemente do quanto eu havia comido no jantar passado, já veio me perguntando: "No Brasil, todo mundo come mal assim, é?" Aí a coisa ficou pessoal e tive que mostrar que não estava lá de brincadeira! No fim, comi.

Em seguida, saímos para conhecer Kraljevo. Passeamos por toda a cidade a pé, indo da igreja mais antiga até a praia no rio Ibar, que eles chamam de Geneva, onde eles até jogam vôlei de praia! Dentre os lugares que conheci no caminho, destaco:

  • o Centro Espiritual de São Nikolaj, que é uma casa de dois andares cheia de belíssimas pinturas pelas paredes que mostram importantes personagens históricos da Sérvia e a jornada de São Nikolaj pelo mundo, que tinha o objetivo de mudar a maneira da qual outros povos viam os sérvios. São Nikolaj é considerado o maior sérvio da história depois de São Sava;

  • o Museu Nacional de Kraljevo, que tem uma exposição arqueológica e histórica constante que vale muito a pena àqueles que querem aprender um pouco mais sobre a história da Sérvia. Suas instalações são super modernas e superaram muito minhas expectativas;

  • a zona de pedestres, porque toda cidade sérvia que se preze tem que ter uma. A de Kraljevo é bem bonita, tem várias lojinhas e cafés bacanas, e vai até a praça central, onde fica um belo monumento construído em homenagem aos soldados sérvios.

  • Conferimos também imagens da réplica da cidade medieval chamada Kraljevgrad, que o diretor cinematográfico sérvio Emir Kusturica quer construir próximo a Kraljevo. Se ele conseguir fazer que esse projeto saia do papel, Kraljevo vai ganhar um atrativo turístico de peso!

No fim do passeio, voltamos para a casa do nosso amigo e adivinhem... A mesa do almoço estava posta! Mais uma vez muita carne, pão, queijo, kajmak, salada... Admito que até estava com uma fomezinha depois de tanto andar, mas será que conseguiria comer o suficiente para agradar a mãe e a avó do Petar? Sentamos todos e, juro para vocês, ficamos horas lá só comendo! Conversando também... Tomando um suco, um vinho, uma rakija caseira... Mas sempre comendo. Е, no final, ainda vieram vários bolos e doces de sobremesa! Aprenda uma coisa sobre os sérvios: para eles, gostar de comer é a melhor qualidade de uma pessoa. Foi isso que disse o avô desse meu amigo quando falamos que gostamos de comer: "To je najbolja osobina kod čoveka!" E, gente, vocês não têm ideia do quanto isso traduz a mentalidade sérvia.

De barriga mais que cheia depois do almoço, eu e mais três fomos até a sala de estar, deitamos no sofá e dormimos por horas e horas. Apagamos. Quando acordamos, já estava de noite e - não é piada - já era hora de jantar! Um amigo meu que não aguentava mais comer sofreu na mão da mãe do Petar... Eu fiz de tudo pra comer mais um pouco e acabei virando o queridinho dela - fui o que mais comi!

De quebra, ainda fomos conhecer a vida noturna de Kraljevo que é relativamente movimentada, considerando que a cidade é pequena. As meninas são lindas, se vestem super bem e, em média são mais altas que no resto do país. Diz meu amigo Petar que as meninas de Kraljevo são as mais bonitas da Sérvia, mas ele é suspeito para falar. Pena que o gosto musical da maioria delas é duvidoso... O turbofolk impera na cidade. Contudo, nós encontramos uma banda de rock tocando ao vivo e ficamos por lá, num bar na margem do rio Ibar.

Na domingo, tomamos um café da manhã caprichado e partimos rumo a Belgrado. Eu posso dizer tranquilamente que nunca comi tanto em toda a minha vida! Foram três dias praticamente comendo sem parar... Acho que só fiquei com fome de novo uma semana depois! Mas, não pense que estou reclamando, muito pelo contrário... Como eu realmente gosto de comer, foi tudo maravilhoso! Tomei um banho de tradições sérvias! Toda a família do Petar me tratou super bem, a comida estava simplesmente fantástica, os amigos sempre muito bons de conversa e Kraljevo uma cidade muito bonita que tive a oportunidade de conhecer. Essa slava foi sensacional!

Você já foi a uma slava? Deixe um comentário contando sobre sua experiência!

Clique neste link para ver o álbum completo com todas as fotos que tirei em Kraljevo: http://goo.gl/SyJqeA

Você já foi a Kraljevo? Já foi a uma slava? Deixe um comentário nos contando como foi!

#cultura #viagenscentrodasérvia #kraljevo #viagensgeral

38 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

+381 60 417-8876

© 2020 por Bem-vindo à Sérvia.