Niš – o berço do imperador

A fortaleza de Niš
A fortaleza de Niš

A fortaleza de Niš
A fortaleza de Niš

Monumento natural na Cidade do Diabo
Monumento natural na Cidade do Diabo

A fortaleza de Niš
A fortaleza de Niš

1/19

Preço por pessoa:

1 pessoa → 380€; 2 pessoas → 280€;

3 pessoas → 210€; de 4 a 7 pessoas → 180€;

8 ou mais pessoas → 150€.

Duração: Das 8h00 às 18h do dia seguinte

Tempo total de transfer: 9h00

Temporada de operação: o ano inteiro

Reservas: Necessário fazer reserva com no mínimo 48 horas de antecedência.

Incluído: Guia brasileiro, transporte (carro ou van), entradas das atrações visitadas, passeio por Niš, 2 almoços

Não incluído: Jantar e despesas pessoais 

Conheça a cidade natal de um imperador romano e desvende os mistérios da Cidade do Diabo!

 

Destaques: a fortaleza de Niš, o campo de concentração Cruz Vermelha, a Torre de Crânios, o almoço em Niš, a Cidade do Diabo


Niš – Niš era o centro militar, comercial e administrativo de vários estados e impérios aos quais, em sua longa história, pertenceu. Hoje a terceira maior cidade da Sérvia, Niš era anteriormente chamada Naissus e é a cidade natal do imperador romano Constantino, o Grande, que publicou o Edito de Milão em 313, adotando o cristianismo como a religião oficial do Império Romano. Devido à sua posição geográfica estratégica, Niš sempre atraiu muitos conquistadores. Ao longo da história, lá viveram os dardanianos, trácios, ilírios, celtas, romanos, hunos, ávaros e mais tarde bizantinos, sérvios, búlgaros e turcos. Em várias ocasiões, a cidade foi ocupada por húngaros e austríacos. A libertação dos turcos ocorreu em 1878 e desde então faz parte da Sérvia, com pequenas interrupções durante a Primeira Guerra Mundial e a Segunda Guerra Mundial, quando foi ocupada. 

 

Campo de concentração Cruz Vermelha – O campo de concentração Cruz Vermelha é um dos poucos campos fascistas sobreviventes da Europa, que ainda testemunha de maneira autêntica o sofrimento de sérvios, ciganos e judeus durante a ocupação alemã da Sérvia (1941-1944). O complexo do campo cobre uma área de 7 hectares e é cercado por um muro alto e arame farpado. Abriga o prédio principal do campo, dois prédios auxiliares no térreo, duas torres, dois postos de observação, guardas e fontes. No edifício principal do campo, transformado em complexo de museus, os visitantes podem ver as celas de confinamento solitário, salas onde grupos de prisioneiros ficavam, suas mensagens chocantes nas paredes, além de itens pessoais, como documentos, cartas e fotografias.

Torre de Crânios – A Torre da Caveira é um monumento único no mundo, visitado por mais de 30.000 pessoas por ano. Este monumento aterrorizante foi construído com crânios dos guerreiros sérvios que morreram na batalha de Čegar em 1809. A fim de descontar sua raiva pela rebelião organizada contra o sultão, o então comandante otomano da cidade Hurshid Pasha, ordenou que uma torre de crânios fosse construída no caminho para Constantinopla como um aviso à população local.

Cidade do Diabo – Djavolja Varos (a "Cidade do Diabo") é a fusão de dois fenômenos naturais raros no mesmo lugar: 202 formações rochosas criadas pela erosão, entre 2 e 15 metros de altura e o diâmetro médio de menos de 1 m, encimadas por blocos de pedra que pesam até 100 kg, parecendo quase irreais; e duas nascentes de água altamente ácida (pH 1,5) com alto conteúdo mineral (15 g / l; conteúdo de alguns elementos até 1000 vezes mais alto que em águas comuns) fazem da Cidade do Diabo uma verdadeira maravilha natural.

 

Programação:

DIA 1

08h00 – 11h00 Viagem de Belgrado a Niš

11h00 – 12h00 Visita ao campo de concentração Cruz Vermelha

12h00 – 13h00 Visita à Torre de Crânios

13h00 – 15h00 Almoço

15h00 – 17h00 Passeio pela fortaleza e pelo centro de Niš

17h00 Resto do dia livre. Fim das atividades com o guia

DIA 2

08h00 – 10h00 Viagem de Niš à Cidade do Diabo

10h00 – 12h00 Visita à Cidade do Diabo

12h00 – 13h30 Almoço

13h30 – 18h00 Viagem de volta a Belgrado

Inspire-se!