Čačak - a cidade grande pequena


Das cidades que visitei até então, Cacak com certeza seria um local onde eu moraria. Não fosse por Belgrado, nossa cidade do coração, eu e a Rayssa faríamos as malas e passaríamos bons meses habitando e visitando esse lugar de pontos turísticos inacabáveis. Museus, mosteiros, spa’s, “ilhas”... Bem, vamos por parte pois visitamos tudo isso.


Ilustração feita pela Rayssa que expressa meu momento apreciando a rakija Jelicki Dukat

O primeiro lugar que conhecemos foi o museu que fica no centro da cidade: o Museu Nacional de Cacak. Registros mostram que a primeira exposição realizada no local aconteceu em 1896 e eu posso assegurar que até hoje, as exposições são riquíssimas. Os itens expostos vão de achados arqueológicos, vestígios da cultura do império romano até pinturas que retratam o período do império Otomano. Mais informações sobre o museu podem ser encontradas no site oficial através desse link: https://www.cacakmuzej.org.rs/ basta clicar na opção traduzir para conseguir ler em português.


Pedaço de um capitólio do Império Romano exposto no Museu Nacional de Cacak.


Armadura de tempos medievais exposta no Museu Nacional de Cacak.


Pintura que retrata atos obscuros durante a ocupação turca. Fonte: arquivo do Museu Nacional de Cacak


O segundo lugar que visitamos com a nossa guia, Gordana Majstorovic, foi o desfiladeiro de Ovcar Kablar. Uma “ilha” chamada Pejica . Coloquei ilha entre aspas já que na verdade o lugar é cercado por água, exceto por uma parte em que o conecta com a terra firme.


Na selfie, posamos para a foto em frente a “ilha” . Da direita pra esquerda: Goran Nikolik, Gordana Majstorovic (nossa guia), Rayssa Morinigo e eu.

Pejica é também, uma área de proteção ambiental, já que o local é bem famoso por conter várias espécies da fauna e da flora, e principalmente pelas diversas espécies de pássaros que lá habitam. São mais de 180 espécies catalogadas que atraem turistas o ano todo.


Na foto, a Rayssa com um binóculo observando a “ilha’’

Além disso, outro fato interessante que descobrimos do local foi saber que todas as pessoas que moram lá têm o mesmo sobrenome.

Depois disso, foi a vez de visitarmos o monastério de São Nikola. Dos monastéiros que visitamos até então, esse foi um dos mais cercados de histórias e características que nos impressionaram. Primeiro, porque durante o período da ocupção turca , governantes da dinastia Obrenović, usaram o local como refúgio.


Na imagem, é possível ver o jardim do monastério. Reza a lenda que aquele que der três voltas em volta dessa árvore e fizer um pedido, o desejo se realiza.


É claro que eu não podia deixar de fazer meu pedido

Segundo, porque um dos quatros afrescos mais raros do mundo encontram-se dentro da igreja do mosnatéiro que foi construída no final do sec XV. O afresco com a imagem de Jesus Cristo com asas, de acordo com a nossa guia “ é um afresco muito raro pintado de forma modesta mas extremamente expressiva.”


Afresco da imagem de Jesus Cristo com asas no teto da Igreja do monastério de São Nikola

Saindo do mosnatério, conhecemos um casal que são os criadores de uma das mais famosas rakijas da região. A rakija, chamada Jelički Dukat, é feita das ameixas dos pomares da família Prodanović da vila de Pridvorica nas encostas orientais da montanha Jelica, que fica bem perto de Cacak. Tivemos a oportunidade de provar essa bebida tão saborosa e ainda ganhamos duas garrafas de brinde. Para mais informações sobre a rakjia, aqui vai o link do site oficial http://www.jelickidukat.rs/


Algumas rakijas depois, conhecemos um dos spas da região. O local, chamado Wellness Centar “Kablar”, possui uma piscina com águas termais, saunas, banheiras de hidromassagem e áreas de recreação. Ficamos encantadas com a estrutura do lugar, no entanto, vocês acreditam que eu e Rayssa esquecemos os biquínis em Belgrado?


As águas termais são ótimas para cuidar da saúde. Foto: arquivo do site oficial do Wellness centar “Kablar”


Banheira de hidromassagem em um dos espaços do spa.

Pois é, foi difícil encarar todos esses itens vestindo calça jeans e botas, com isso tivemos que contemplar apenas com os olhos. Mas, não nos desesperamos pois sabemos que iremos voltar a Cacak, para visitar mais e mais lugares e principalmente, para mergulharmos finalmente nas maravilhosas piscinas de aguas termais dos spa’s. Para mais informações do spa, segue o link do site do spa: http://www.wellnesscentar-kablar.com/.


24 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

+381 60 417-8876

© 2020 por Bem-vindo à Sérvia.