terça-feira, 27 de maio de 2014

Passeio virtual pela FORTALEZA DE BELGRADO (parque Kalemegdan)

Venha comigo fazer um passeio virtual pelo parque Kalemegdan, na fortaleza de Belgrado, a belíssima capital da Sérvia!



Gostou do vídeo? Compartilhe-o e inscreva-se no canal para muito mais! 

sábado, 24 de maio de 2014

ENCHENTES NA SÉRVIA - Saiba o que está acontecendo

Como vocês já devem saber, a Sérvia tem enfrentado nos últimos dias um desastre natural sem precedentes. Na quinta-feira, dia 15 de maio, a chuva, que parecia ser apenas mais uma chuva forte, passou dos limites e começou a inundar várias cidades, causando as piores enchentes já registradas na história do país. Embora Belgrado não tenha sido perigosamente afetada, muitas cidades como Obrenovac, Sremska Mitrovica, Šabac e Paraćin ficaram completamente inundadas. Sem contar vários municípios da Bósnia e alguns da Croácia.


Hoje, praticamente uma semana depois do começo dessa catástrofe, os dados oficiais mostram que, na Sérvia, 33 pessoas morreram e mais de 30.000 foram evacuadas. 

Amigos meus que moram nas cidades mais atingidas chegaram a ficar 3 dias presos dentro de casa enquanto aguardavam socorro e consumiam apenas o pouco que tinham de comida e bebida armazenado. Segundo seus relatos, foram momentos de tensão e desespero - os piores dias desde o bombardeio de 1999. Um deles, de Obrenovac, chegou a perder sua casa totalmente para a enchente.

Assim ficaram algumas das cidades:


A partir de sexta-feira, dia 16, dezenas de milhares de voluntários começaram a defender as cidades do aumento do nível dos rios. Nessa noite, após um apelo do primeiro ministro, 10.000 voluntários saíram de Belgrado rumo à cidade de Šabac, onde o rio precisava ser contido a todo custo, antes que atingisse algumas fábricas da região, o que causaria uma catástrofe ainda maior.

Durante o fim de semana, os desabrigados começaram a ser relocados em hotéis, centros esportivos e onde mais tivesse espaço. Os cidadãos, principalmente os mais jovens, se engajaram ao máximo, seja voluntariando-se num dos abrigos, seja juntando doações. O Twitter foi muito importante para as pessoas saberem exatamente em tempo real onde estavam precisando de ajuda e o que deveriam doar para cada abrigo.

A equipe da Serbia4Youth enviou mais de 30 carros lotados de doações em 2 dias e esse número só cresceu ao longo da semana. No sábado, recolhi doações também no encontro brasileiro. Muitas celebridades sérvias doaram também, com destaque para a doação do tenista Novak Djoković de 600.000 dólares - ele não chegou nem a tocar no dinheiro que tinha acabado de ganhar no torneio de Roma!

No domingo, o tempo já estava melhor, mas ainda havia risco do nível da água subir durante a semana. Por isso Belgrado também começou a preparar sua defesa com a ajuda de milhares de voluntários. Eu me juntei a eles e enchi muito saco de areia o dia inteiro para botar na margem do rio Sava. Assista ao vídeo abaixo e veja como foi isso:


O sentimento de união em todo o país era incrível. União essa que cruzou as fronteiras da Sérvia e fez com que as repúblicas da antiga Iugoslávia se reunissem! A Sérvia e a Bósnia receberam uma ajuda valiosa da Croácia, da Macedônia, de Montenegro, da Eslovênia... Além da ajuda de outros países, é claro, sendo a Rússia o mais rápido a comparecer. Do Brasil, o escritor Paulo Coelho mandou seu apoio - clique no link para assistir ao vídeo: http://youtu.be/Nsbef-PPPeg

Para vocês verem como todos estavam dispostos a ajudar, até as torcidas organizadas do Estrela Vermelha e do Partizan se juntaram para proteger Belgrado! Na foto ao lado vocês podem ver como um dos torcedores segura a tocha para que os outros possam encher os sacos de areia durante a madrugada. O interessante é que eles usaram a rivalidade para algo positivo: os torcedores competiram entre si para ver quem enchia os sacos mais rápido! O resultado disso, foi um número recorde de sacos enchidos em uma noite.

As bandeiras da repúblicas da antiga Iugoslávia lado a lado durante as enchentes.
Hoje, a água já abaixou na maioria das cidades afetadas, que estão agora passando por um processo de limpeza e detetização. No entanto, a recuperação total dessa catástrofe com certeza vai demorar meses, se não anos! A Sérvia não é um país rico e precisa muito de doações para ajudar as vítimas desse desastre.

VIAJANTES: Se você estiver planejando visitar a Sérvia nos próximos dias, não se preocupe, pois os centros turísticos da Sérvia não foram afetados! O dinheiro trazido pelo turismo vai ser uma grande ajuda para que o país consiga se recuperar da tragédia.

PARA DOAR:
  •  A embaixada da Sérvia no Brasil abriu uma conta para receber doações às vítimas. Os dados da mesma são:
    BANCO RENDIMENTO (nº 663)
    Agência: 003
    Conta em reais: 240869000-1
    Conta em moeda estrangeira: 032348
  • O governo da Sérvia abriu uma conta no PayPal. Para doar basta fazer uma depósito para o e-mail floodrelief@gov.rs

Descubra mais sobre outras formas de ajudar em http://helpserbia.com/

terça-feira, 13 de maio de 2014

MONTANHA TARA - destino ideal para amantes de natureza e aventura

Quem acompanha o blog Bem-vindo à Sérvia já deve ter aprendido uma coisa: o oeste Sérvia é o destino ideal para amantes da natureza. No feriadão do Dia do Trabalhador, do dia 1º ao 4 de maio, tive a oportunidade de viajar com a Serbia4Youth a mais uma das montanhas da região, a Tara, durante o Tara Nature Fest.

Se você estiver com preguiça de ler o artigo, não tem problema... O vídeo abaixo mostra em 3 minutos um resumo de como foram esses 4 dias de viagem na montanha.


O Tara Nature Fest é um festival que promove a interação entre jovens de várias partes da Sérvia e do mundo e busca colocá-los em contato com a natureza através de várias atividades realizadas enquanto conhecem as belezas desse parque nacional sérvio. 

1º dia
Nós saímos de Belgrado por volta das 8h da manhã e chegamos em nosso destino à 1h30 da tarde. Ficamos hospedados em Mitrovac, um lugar bem no alto da montanha com verde por todo lado (foto abaixo). Passamos a tarde num passeio de barco  muito legal pelo rio Drina (como vocês podem ver no começo do vídeo acima) e, mais tarde, um cara chamado Siniša Marček, conhecido como o duende viajante da floresta, que toca sete instrumentos ao mesmo tempo, esquentou nossa noite tocando suas músicas sobre natureza e ecologia ao ar livre (clique aqui para ver o vídeo).

Mitrovac na montanha Tara

2º dia
O segundo dia começou com uma caminhada de 6 km até o mirante mais famoso da Sérvia, chamado Banjska Stena. O caminho pela estrada de terra é longo, porém muito agradável, já que é cercado das florestas do parque nacional. Chegando lá em cima, a vista é maravilhosa, como eu mostro para vocês no vídeo abaixo:



Um dia de esportes na montanha nos esperava no retorno a Mitrovac. Dentre os esportes praticados estavam futebol, basquete, vôlei, frisbee, badminton, cabo de guerra e até arremesso de pedras! Clique aqui para ver o vídeo do cabo de guerra: http://youtu.be/7cbGbuBfsTE

3º dia
Esse foi o dia mais esperado da viagem: o dia do rafting no rio Tara! Não se confunda: a montanha Tara fica na Sérvia, perto da fronteira com a Bósnia, já o rio Tara fica na fronteira entre Montenegro e a Bósnia. Com certeza uma aventura sem igual que já começa durante a própria viagem por estradas péssimas e super estreitas nas montanhas... Cada curva é uma emoção! Para piorar, o guia do rafting já vai dando no caminho as instruções sobre o que fazer caso alguém caia do bote... Todo mundo fica com medo antes, mas na hora que entra no bote tem um lugar pra você prender seu pé, então é só alegria!

Além da adrenalina das corredeiras, o rafting vale a pena pela paisagem espetacular do rio cortando entre as montanhas. Com certeza foi uma das experiências mais incríveis que já tive e recomendo para todos! 


4º dia
O último dia da viagem seria um dia comum, não fosse a neve que começou a cair loucamente lá em Mitrovac em pleno mês de maio! Aproveitamos então para fazer um passeio pela floresta nevada e fazer um desejo na árvore Pančićeva Omorika (espécie endêmica ameaçada de extinção) antes de ir embora para a cidade já com saudade da natureza da Tara.

Neve no último dia em Mitrovac
Gostou da viagem? Já foi para a montanha Tara? Já fez rafting no rio Tara? Deixe um comentário e compartilhe o artigo para que mais pessoas descubram as belezas da Sérvia!

sábado, 22 de março de 2014

É perigoso na Sérvia?

Frequentemente recebo mensagens de pessoas me perguntando: "É perigoso na Sérvia?". Se você está pensando em vir para cá e está se perguntando se é seguro fazer essa viagem, assista ao vídeo abaixo e fique tranquilo, pois a Sérvia é totalmente segura. O único perigo é o de se apaixonar pelo lugar e querer ficar!


sábado, 22 de fevereiro de 2014

Belgrado: roteiro básico para uma viagem de 3 dias

Você vem para Belgrado? Que legal! Vai conhecer uma das cidades que, na minha opinião, é uma das mais incríveis da Europa e que vêm se destacando cada vez mais como um destino turístico autêntico, para aqueles que querem conhecer lugares e pessoas interessantes e diferentes, sem estarem cercados por turistas a toda parte. 

Como tenho recebido um número crescente de mensagens de brasileiros que pretendem visitar Belgrado, resolvi preparar um roteiro básico para ajudá-los a planejar com mais facilidade uma viagem de três dias. Preparei-o tendo em mente lugares onde levaria amigos meus que viessem me visitar, incluindo tanto os principais atrativos turísticos quanto dicas pessoais. 


Clique no nome dos locais e atrativos sugeridos para visualizar sua localização no mapa e no final do artigo faça um passeio virtual pela Fortaleza de Belgrado.


Vista para o rio Sava da fortaleza de Belgrado. FOTO: Thiago Ferreira


Antes de chegar a Belgrado

Durante muito tempo, os brasileiros precisaram de visto para entrar na Sérvia, mas isso acabou em setembro de 2013. Portanto, se sua viagem não durar mais de 90 dias, não se preocupe com vistos! Saiba mais: http://www.bemvindoaservia.com/2013/08/abolidos-os-vistos-de-turismo-entre.html

Na hora de escolher seu hotel, hostel ou apartamento, a localização é muito importante. Saiba que a melhor localização da cidade é o centro, conhecido como Stari Grad. Outros bons bairros são Vračar e Dorćol, que são bem próximos. Belgrado tem meios de hospedagem para todos os bolsos.

Primeiro dia em Belgrado

Manhã / Tarde

Acomode-se, deixe suas coisas no hotel e prepare-se para explorar! Como eu acho que a melhor forma de conhecer uma cidade é a pé, o ponto de partida ideal para esse passeio de 2,5 km é a Slavija - uma rotatória enorme onde passam várias linhas de transporte público.

Logo de cara, se você estiver com fome, pode experimentar uma "pljeskavica" no meu lugar favorito: o grill Ranković, que fica logo em frente ao McDonald's. 

Vá andando pela rua Kralja Milana... Você vai passar pelo Teatro de Drama de Belgrado, pelo famoso prédio "Beogradjanka", até você ver do lado direito um chafariz e um lindo jardim. Vire lá para ver a Câmara Municipal Belgrado e o Parlamento Nacional da Sérvia.

Passe pela praça Nikole Pašića e vá pela esquerda para chegar na Terazije, onde você vai ver o imponente hotel Moskva e o Palata Albania. Continue até a estátua do homem no cavalo... Esse é o príncipe Mihailo e essa é a Praça da República, mais conhecida como Trg Republike, o principal ponto de encontro dos belgradenses. De lá, você vai seguir pela rua Knez Mihailova, uma linda rua só de pedestres cheias de lojas e cafés legais, até a entrada do parque Kalemegdan.

Antes de entrar no parque, vire à esquerda na rua Kralja Petra e desça até o restaurante sem nome, chamado de "?" (ponto de interrogação). Se você estiver com fome, saiba que essa é a kafana mais antiga de Belgrado, onde você pode experimentar algum prato típico sérvio. Logo nessa esquina fica a antiga casa da princesa Ljubica e uma catedral.

Em seguida, vá para o Kalemegdan, a fortaleza medieval e maior parque da cidade! Lá, além de ter o maior visual do encontro dos rios Sava e Danúbio, você vai ver como a cidade é realmente antiga... Algumas partes da fortaleza são datadas do século III antes de Cristo! Aproveite para dar uma pausa e, quem sabe, curtir um belo pôr-do-sol. Se quiser, visite o Museu Militar, que fica dentro da fortaleza.

A Câmara Municipal de Belgrado durante a primavera. FOTO: Thiago Ferreira


Noite

Saia do Kalemegdan pela rua Strahinjića Bana e vá andando por ela... Não tenha medo se estiver escuro, Belgrado é um lugar super seguro! Nessa rua você vai ver vários restaurantes e bares, muitos deles frequentados por caras cheios da grana e mulheres cheias de silicone, por isso a rua ganhou o apelido de Vale do Silicone.

Na esquina com a rua Višnjićeva, você vai ver uma loja com um design super bacana, num prédio branco, chamada Supermarket. Apesar do nome banal, nela você vai encontrar muitos produtos criativos e curiosos que fazem valer a pena a visita!

No fim da rua Strahinjića Bana, virando à direita, você vai chegar na Skadarlija (ou Skadarska) a rua boêmia de Belgrado, onde há muitos bares, restaurantes e kafanas excelentes. Os preços são mais altos que a média, mas a comida é de primeira, e a música ao vivo nas kafanas também. A Skadarlija, no entanto, é uma rua muito turística, apesar do número de turístas lá não poder nem ser comparado com o de grandes centros turísticos do mundo. Se você quiser uma kafana tradicional e desconhecida pela maioria dos turistas, vá para a "Zlatno Burence", que fica na rua Prizrenska, bem perto do famoso hotel Moskva. Trata-se de uma das kafanas mais antigas de Belgrado, com música ao vivo e possibilidade de jantar - com certeza uma das minhas preferidas! Uma outra sugestão é a "Korčagin", uma kafana temática com decoração completamente comunista da época da antiga Iugoslávia - ir lá é definitivamente uma experiência única! Também oferecem música ao vivo e comida.

Quem estiver a fim de farra até altas horas, pode prolongar a noite num splav - barcos-boate que ficam ancorados no rio Sava, nos quais a festa rola solta! O meu preferido é o splav Povetarac, que costuma tocar mais um pop rock dos anos 90, que eu acho melhor que a música turbofolk que toca na maioria dos outros.

Clima da kafana Pavle Korčagin. FOTO: Thiago Ferreira

Segundo dia em Belgrado

Manhã

Tire a manhã para dar uma volta na Ada Ciganlija, a praia e centro esportivo de Belgrado, onde você pode caminhar, alugar patins ou uma bicicleta, nadar, pegar sol e muito mais... Isso no verão, é claro. Os mais aventureiros podem até fazer esqui aquático ou pular de bungee jump!

Não esqueça de ir a alguma "pekara" (padaria) e experimentar um burek. Se estiver próximo, experimente os melhores bureks de Belgrado na "pekara Crvena Zvezda" (rua Karađorđeva 61A) ou na "Buregdžinica Sarajevo" (rua Svetogorska, entre as ruas Palmotićeva e Stevana Sremca).

Verão na Ada Ciganlija. FOTO: Thiago Ferreira

Tarde

Saindo da Ada Ciganlija, pegue o ônibus 23, 37 ou 58 em direção ao centro até о ponto "Birčaninova". Lá, você vai poder ver dois prédios que foram bombardeados ilegalmente pela OTAN em 1999 e que estão em ruínas até hoje.

Na rua Nemanjina, pegue o ônibus 78 até o ponto "Karadjordjev Park" e prepare-se para ficar boquiaberto com a imponência da maior igreja ortodoxa do mundo: o templo do São Sava.

Para o almoço, que tal experimentar o que muitos garantem ser o melhor "ćevap" da cidade? Vá andando pela rua "Mačvanska" até o final dela, onde você vai encontrar a tradicional kafana Čubura. Mais uma dica do blog Bem-vindo à Sérvia que, em geral, só os moradores locais conhecem!

Para fechar a tarde, faça uma visita ao museu do inventor sérvio Nikola Tesla, um museu super interativo e muito interessante! Dá para ir andando da kafana Čubura.

Se sobrar tempo, dê uma passada no parque Tašmajdan e na igreja de São Marko, que também ficam lá perto. Nesse parque você vai poder ver o chafariz que toca música clássica e o monumento às crianças mortas ali no bombardeio da OTAN em 1999.

Templo do São Sava. FOTO: Thiago Ferreira

Noite

Vá curtir um jazz ao vivo com uma vista espetacular de Belgrado no "Čekaonica", um jazz club que fica no terraço do BIGZ, o prédio de uma grande empresa estatal da antiga Iugoslávia que hoje é semi-abandonado, tem um estilo sem igual, cheio de grafites e pixações e abriga diversos estúdios musicais. A sensação de andar pelo prédio é até assustadora e a surpresa de ver o visual lá do terraço enquanto ouve jazz de qualidade é sempre muito boa!

No interior do prédio BIGZ. Foto: Thiago Ferreira


Terceiro dia em Belgrado

Manhã / Tarde

Pegue o ônibus 83 que passa perto da Slavija e vá até a estação "Zemun Pošta". Este é o bairro de Zemun, um dos mais antigos de Belgrado e que difere bastante do resto da cidade devido ao fato de ter sido dominado pelos austro-húngaros durante muito tempo no passado. Ande um pouco até chegar na margem do rio Danúbio e vá andando por ali até chegar o ponto onde você deve subir um pequeno morro para alcançar o mirante na torre Gardoš. A vista é sensacional! Na volta, passe pela feira de Zemun para ver um pouco do dia-a-dia das pessoas que moram ali.

Zemun é cheio de bons restaurantes e kafanas, onde você pode sempre beber ou comer alguma coisa. Como é um bairro afastado, um passeio por lá leva algumas horas.

Vista do mirante de Gardoš, em Zemun. FOTO: Thiago Ferreira

Noite

Se você tiver tempo antes de continuar sua viagem ou fazer a viagem de volta, não deixe de experimentar uma das cervejas com sabores especiais da cervejaria Black Turtle que se localiza em dois lugares: uma na rua Svetogorska (perto do lugar onde vende o melhor burek como citado acima) e outra na rua Dečanska (perto da praça Nikole Pašića).


Gostou do roteiro? Gostaria de adicionar algo? Deixe um comentário!